• Pontaria Novo Governo
  • BOLETOS ON-LINE
  • coffee news mudou para melhor
  • sindeprestem 2018
  • CONTRIBUIÇÃO PATRONAL 2018

24/09/2019 | Após cinco anos, trabalhadores da Embraer entram em greve, diz sindicato - O Estado de S. Paulo

Trabalhadores da Embraer entraram em greve nesta terça-feira, 24, informou o Sindicato dos Metalúrgico de São José dos Campos. Segundo o sindicato, esta é a primeira paralisação na fábrica em cinco anos.

Os trabalhadores, conforme o sindicato, reivindicam reajuste de 6,37%, que corresponde à inflação do período somada a um 3% de aumento real, além da renovação da Convenção Coletiva na íntegra. A entidade afirma que a Embraer não aplica aumento real de salários há quatro anos.

A greve é por tempo indeterminado e foi aprovada em assembleias convocadas pelo Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos, no primeiro turno da produção e no turno administrativo, na matriz da empresa. 

Com a greve, os trabalhadores rejeitam a proposta da empresa de reajuste salarial de 3,28%, referente a inflação do período. A empresa, segundo o sindicato, também teria proposto o fim da estabilidade para lesionados e liberar a terceirização na fábrica. 

"A terceirização já é uma prática adotada pela Boeing em suas plantas, mas não permitiremos que seja aplicada nas metalúrgicas da nossa região", disse na ocasião, em nota, o diretor do Sindicato André Luiz Gonçalves.

O aviso de greve já havia sido protocolado na Fiesp (Federação das Indústrias do Estado de são Paulo), na sexta-feira 20, que representa o setor aeronáutico nas negociações com o Sindicato durante a Campanha Salarial.

Em reunião realizada no dia 17 de setembro, a FIESP propôs reajuste que repõe apenas a inflação.

 

Fatos e Notícias

Home Logo01
Home Logo02
Home Logo03
Home Logo04
Catho
Up Plan Logo 02